«

abr 16 2018

Imprimir Post

FNTF: sindicatos se reuniram dia 23 de março para rever situação da categoria

Em reunião presidida por Hélio Regato, na Federação Nacional dos Trabalhadores Ferroviários
– FNTF, realizou-se no dia 23 de março o encontro dos diretores dos sindicatos da base quando, em
ambiente de ampla participação e harmonia, os dirigentes sindicais concluíram o conteúdo para o
novo Acordo Coletivo do Trabalho (ACT), referente à correção monetária de 1º de maio de 2018 ao
mesmo período de 2019, que será protocolado em 30 de março na área de Recursos Humanos da empresa
VALEC – Engenharia. Foram reivindicadas as mesmas cláusulas sociais dos anos anteriores e a correção dos salários dos ferroviários em atividade, pelo valor pleno do índice a ser apontado com base no IPCA, em 1° de
maio de 2018. A assembleia decidiu, ainda, manter no ACT 2017/2018, independentemente do Dissídio
Coletivo em curso no Tribunal Superior do Trabalho, o reconhecimento do IPCA pleno de 4.08 % e
o cumprimento do que ficou acordado pela Comissão Paritária em 2014, quanto as perdas salariais
de 35%, referentes aos 5 anos anteriores à Comissão Paritária e que foram, plenamente, reconhecidas
pela unanimidade dos membros da Comissão Paritária que contou com três representantes da
empresa VALEC que expediu a RP 283/2014, consubstanciada no relatório conclusivo da Comissão.
Quanto ao Dissídio Coletivo que se encontra aguardando pauta no TST, Hélio Regato informou
que somente nos resta aguardar o tempo do Tribunal. Disse estarem os sindicatos da base acompanhando
de perto, em Brasília, o andamento, em seu ritmo normal, sem qualquer pressão pessoal
ou política, de vez que o TST não tem somente o nosso processo para julgamento. Desaconselhou
qualquer tipo de pressão ou pedidos pessoais que somente retardarão a apreciação, em face de possível
reexame das novas propostas que entrem no processo. Disse, também, que seria leviandade
apontar uma data para que o processo entre em pauta por que depende tão somente do TST e voltou
a ressaltar que apenas nos resta aguardar o tempo do TST. Disse que é importante lembrar que
já obtivemos uma primeira vitória, no momento em que a VALEC, mesmo nada oferecendo de reajuste,
conseguimos, no decorrer do processo de mediação, também no TST, direcionar o ACT para
apreciação pela Turma de Dissídios Coletivos. no tocante às cláusulas econômicas.
Fonte: Blog Ferrovia: Vez e Voz, do Jornalista Fernando Abelha.

Link permanente para este artigo: http://unifer.org.br/2018/04/fntf-sindicatos-se-reuniram-dia-23-de-marco-para-rever-situacao-da-categoria/